quinta-feira, janeiro 26, 2006

DOAR É NÃO EXIGIR

"Na vida quando falo na experiência da matéria, estou a falar da experiencia do dualm da hamonia dos opostos.

Assim, harmonizar os opostos significa tão somente aceitar que, em cada assunto, tu terás de vivenciar os dois, o sim e o não, cada um na sua altura.
Hoje, a altura poderá ser de vivenciar o sim, como poderá ser a de vivenciar o não.

Por isso, deverás estar aberta às duas possibilidades. Ao estar aberta às duas hipóteses, estarás naturalmente a harmonizar o pólo oposto que já foi vivenciado nesta ou noutra vida.

Por exemplo: imagina que tens de vivenciar a rejeição, porque noutra vida vivenciaste ou até mesmo abusaste de ser extremamente amada ou idolatrada. Ou porque noutra vida vivenciaste ou até mesmo abusaste de impor a tua presença. Nesta vida terás de vivenciar a rejeição.

Terás de encontrar o encanto de ser excluído. «E qual é o encanto de se ser excluído?», perguntas tu:
  • Aumento da liberdade...
  • Facilidade em expressar as opiniões próprias sem estar dependente emocionalmente das opiniões dos outros...
  • Aumento de auto-estima, pois, como ninguém te ajuda, tens de fazer as coisas sózinha, e quando dão certo... foste tu que conseguiste.
Como vês, a rejeição também tem benefícios, tal como a aceitação tem desvantagens. As duas fazem parte do mesmo pólo de opostos, e o ser humano deverá aceitá-las e vivenciá-las na mesma proporção, na altura em que lhes forem propostas pelo Universo.

Como vês, doar é pura e simplesmente não exigir nada de alguém. Cada um sente o que tem de vivenciar e, por mais que lhe cause mal-estar, a escolha é sua - dizer sim ou não à evolução. Aceitar ou não harmonizar os opostos.

Quando tu dizes a uma pessoa o que achas que ela deve fazer, não estás a doar, estás a provocar densidade através da culpa que ela irá sentir por não poder, ou não conseguir, fazer as coisas que sugeriste.

Eu disse sempre: doem.

Mas gostaria que soubesse o que significa a palavra doar. Doar é não exigir. Doar é não sujar."


Jesus
in A Minha Limpeza Espiritual de Alexandra Solnado

NOVOS CONTACTOS (a partir de 2012):
www.1000caminhos.com
93 533 4087
1000caminhos.blogspot.com

1 Partilhas

quarta-feira, janeiro 18, 2006

IMPORTANTE!!! POR UMA VIDA!!

A 15 de Março abracei uma causa que me tem trazido imensas Alegrias. Nesse dia, começou uma campanha para inscrição de dadores de medúla óssea que reuniu cerca de 30 blogs e que me levou a conhecer uma familia fantástica: a Beatriz, a Fátima e o Jorge.

Hoje voltamos a essa causa, novamente. Mais uma menina, mais uma Beatriz. Por favor, divulguem. Mesmo que já estejam inscritos, se ainda não foram fazer os testes, vão no dia 21 a Vilar.

Hoje é esta menina, amanhã pode ser um de nós.

Mais detalhes no SER HUMANO.

NOVOS CONTACTOS (a partir de 2012):
www.1000caminhos.com
93 533 4087
1000caminhos.blogspot.com

2 Partilhas

domingo, janeiro 15, 2006

CURSOS DE REIKI


Próximos Cursos
NIVEL I - Alenquer
28/01/2006
04/02/2006
18/02/2006
28/02/2006
Organize um Curso na sua Cidade
A simplicidade do Reiki permite organizar um Curso com poucos recursos.
Se na localidade onde vive não encontra um Mestre disponível e tem, pelo menos, três pessoas interessadas em iniciarem-se em qualquer nível de Reiki, contacte-me.

NOVOS CONTACTOS (a partir de 2012):
www.1000caminhos.com
93 533 4087
1000caminhos.blogspot.com

0 Partilhas

sábado, janeiro 14, 2006

ONDE COMEÇA A VIDA - 4

E onde a minha vida começou hoje...

Caminho em Barcelona, esta manhã, à procura de uma sapataria para comprar mais um par de botas. Desta vez castanhas...
Vou com vestida de forma informal, mas quente com o meu sobretudo comprido. Levo uma nota de 5 e outra de 10 Euros... e o multibanco.

Estou descontraída como a manhã de céu azul.

Vejo uma rapariga nova com um bébé sentada no chão da rua, encostada a uma cabina. Pede dinheiro. Barcelona está cheia destas pessoas que usam os bébés para amolecer corações.
"Mais uma", penso. Resisto. "Não lhe vou dar dinheiro porque não merece por estar a usar um bébé". - Percebo que estou a resistir.

Páro naquela rua cheia de gente para perceber porque é que uma mulher que pede dinheiro desta forma me incomoda. Quinze segundos bastam. Não me incomoda só aquela mulher. Incomodam-me todas as pessoas que pedem dinheiro para sobreviver. Lembram-me eu própria, que em tempos tinha que o fazer a amigos. O sobretudo que visto hoje foi-me oferecido por um Amigo, porque eu não tinha dinheiro para comprar um.

Percebo que trabalho arduamente para ganhar o meu ordenado, mas percebo também que aquela mulher tem muito menos que eu.
Dei-lhe a minha nota de 5 Euros. Poderia ter-lhe dado a de 10. Mesmo que lhe desse tudo o que tenho na carteira, mais o que tenho no banco, terei sempre mais do que ela. Mesmo que lhe desse tudo, não passaria fome. Tenho mesmo muito mais do que ela. Porque não partilhar o que tenho com ela?
Olhou-me com espanto e eu agradeci-lhe. Esta mulher deu-me muito mais que dinheiro.

Mais tarde dei 1 Euro a um rapaz que me via entrar na padaria. Perguntou-me se não ia precisar do dinheiro para comprar pão. Não queria o meu dinheiro do pão... Teria dado mais só por isto, mas realmente não tinha ali.

Estes dois seres ensinaram-me tanto que tenho a certeza que a vida deles se vai encher de Abundância. Tal como encheram a minha.

NOVOS CONTACTOS (a partir de 2012):
www.1000caminhos.com
93 533 4087
1000caminhos.blogspot.com

4 Partilhas

ONDE COMEÇA A VIDA - 3

"Agora há aqueles entre vós que me dizem: "Mas então e a prudência?" Ao que eu respondo: "Mandem a prudência às urtigas. O que é que vocês têm a perder a não ser o que têm?" E até estarem dispostos a perder tudo, vocês não podem ter tudo. Porque pensam que se têm que agarrar àquilo que têm agora. Mas aquilo a que se agarram, escapa-se por entre os dedos. No entanto, aquilo de que abrem mão voltará para vocês, multiplicado por sete.

Sejam a fonte daquilo que escolheriam para os outros. Mantenham essa ideia em mente: eu sou a fonte.
Se querem mais magia na vossa vida, tragam mais magia convosco para esta sala. Se querem mais amor na vossa vida, tragam mais amor convosco para esta sala. Se querem mais alegria na vossa vida, tragam mais alegria convosco para esta sala.
Sejam a fonte, na vida dos outros, daquilo que gostariam de ter na vossa vida.

E através deste processo e do processo do ser, o processo de ser quem realmente são, trarão para vocês mesmos a experiência da plenitude vivida, virtualmente do dia para a noite. E o mundo far-vos-à cair em cima todas as recompensas que tentaram em vão alcançar durante anos.

Portanto, permitam que o que vocês fazem derive daquilo que são. Sejam felizes, sejam abundantes, sejam sábios, sejam criativos, sejam compreensivos, sejam líderes, sejam quem realmente são, em todos os momentos da vossa vida. Mantenham essa atitude e deixem o que vocês fazem surgir dessa atitude. E não só encontrarão o modo de vida ideal, mas terão criado para vós mesmos uam vida em vez de uma forma de ganhar a vida."

in "A Abundância" de Neale Donald Walsch

Vê aqui o que me aconteceu hoje de realmente belo.

NOVOS CONTACTOS (a partir de 2012):
www.1000caminhos.com
93 533 4087
1000caminhos.blogspot.com

0 Partilhas

ONDE COMEÇA A VIDA - 2

"Quando eu digo que a vida começa onde acaba a nossa «zona de conforto, o que quero dizer é que é do outro lado do vosso conforto que encontrarão o vosso desafio... que encontrarão a vossa grande oportunidade.

A tendência que temos é para permacermos no conforto. Não só o conforto físico, mas na verdade, mais frequentemente, o conforto mental. Quando temos conforto mental também estamos mentalmente estagnados. Estamos simplesmente perdidos, mentalmente e também espiritualmente.
E a emoção da vida está no limite disso tudo. Está do lado de lá do conforto. O perigo de permacermos no conforto é, claro, o de não crescermos. Não aprendemos nada e não nos expandimos de todo. Sentimo-nos confortáveis, mas na verdade não produzimos nada em termos de expansão ou de crescimento durante a maior parte da nossa vida.

Por isso, eu olho sempre com atenção para ver o que me faz sentir desconfortável, e enfrento isso. Porque é o que me faz sentir desconfortável que, em última análise, me tornará maior e me fará crescer e tornar-me melhor, uma versão melhor daquilo que eu sou. Por isso, olho sempre com mais atenção para tudo o que me faz sentir desconfortável na minha vida.

Neste lado da nossa zona de conforto não temos a vida real, mas sim uma espécie de morte lenta.
Sempre que me neguei a viver a minha própria grandeza, foi porque me afastei do meu desconforto em vez de o enfrentar - e afastei-me assim da minha alegria."

Continua aqui.

in "A Abundância" de Neale Donald Walsch

NOVOS CONTACTOS (a partir de 2012):
www.1000caminhos.com
93 533 4087
1000caminhos.blogspot.com

0 Partilhas

ONDE COMEÇA A VIDA - 1

Algo de incrivelmente belo me aconteceu hoje. Para o conseguir explicar, vou começar com o que lhe deu origem.

"Eu digo às pessoas quando as vejo resistir a alguma coisa: olhe para isso. É aí que está a sua verdade. Depois olhe com atenção, veja se essa verdade é boa para si. Aposto que 8 em cada10 dessas verdades já não são boas para si. Foi boa para si em tempos? Possivelmente. É boa para si agora? Não me parece. No entanto, aquilo a que vocês resistem, persiste. E só aquilo para que olhamos e que possuímos pode desaparecer. Vocês fazem-no desaparecer simplesmente mudando de ideia acerca disso.

Portanto, sempre que resisto a alguma coisa, sei que é aí que está a verdade, para além da resistência. Qualquer que seja a resistência que apareça em algum ponto da minha vida, eu sei que é para além dessa resistência que está a verdade mais magnífica. E porque sei isso, recebo de braços abertos esse sentimento, percebem, esse sentimento de desconforto. Percebem, a vida começa onde acaba a nossa zona de conforto."

Continua aqui.

in "A Abundância" de Neale Donald Walsch

NOVOS CONTACTOS (a partir de 2012):
www.1000caminhos.com
93 533 4087
1000caminhos.blogspot.com

2 Partilhas

sexta-feira, janeiro 13, 2006

Meditação de Um Minuto (Sim, eu disse UM minuto!)

A vida actual exige que tenhamos um ritmo acelerado.
A verdade é que, ocasionalmente, precisamos abrandar. A melhor forma de o fazer é através da meditação.

Meditar não é nada complicado. Meditar é basicamente um exercício de concentração de forma a limpar a mente.
A meditação reduz a ansiedade, aumenta a concentração, torna a respiração equilibrada e aprofunda e melhora a oxigenação e a frequência cardíaca, entre muitos outros benefícios.

Fica aqui um exemplo que pode tornar o teu dia mais agradável.

MEDITAÇÃO CONGELAR

Esta meditação reduz 20% da nossa tensão e pode ser feita em qualquer momento do dia, na tua secretária, enquanto lavas a loiça ou na paragem do autocarro.

  1. Diz a ti mesmo “Congela”. Não te mexas. Respira normalmente;
  2. Sente o teu corpo de cima para baixo, observando as áreas mais tensas. Não mudes nada ainda;
  3. Observa agora a tua respiração;
  4. Quando te sentires preparado, diz “Descongela”;
  5. Permite que a tensão alivie;
  6. Faz pequenos ajustes à tua postura (endireita-te, descontrai os ombros, o pescoço, os olhos, o estômago, as mãos);
  7. Inspira profundamente e suspira quando expirares;
  8. Sente-te a respirar. Se puderes, dá mais espaço e liberdade à respiração;
  9. Sente como o teu humor está a mudar. Volta à tua actividade, sem perder a consciência do teu corpo.
Simples, não é?

Bom fim de semana

NOVOS CONTACTOS (a partir de 2012):
www.1000caminhos.com
93 533 4087
1000caminhos.blogspot.com

0 Partilhas

sábado, janeiro 07, 2006

VOAR SEM BAGAGEM

"De alguma maneira, ter uma consciência mais abrangente, um pouco mais expandida, ter a certeza de que são alguma coisa para além daquilo que julgam que são - embora possam não saber concretamente do que se trata - ajuda bastante a desidentificarem-se dessa ondulação, dessa trepidação que não deixa o coração em paz.
Isso é, digamos, o estertor de todos aqueles atributos que, com tanta dedicação e enlevo, vos serviram no cumprimento da missão que se propuseram desempenhar.

Conviria que fizessem com esse invólucro, com essa casca, o mesmo que a borboleta faz com o casulo dentro do qual se transformou: sair dele a voar, não se interessando minimamente com o que deixou para trás.

Imaginando que todos os Humanos seriam capazes de fazer isso no mesmo momento, ou num curto lapso de tempo, ninguém sofreria. O que causa desconforto é o facto de alguns seres se desprenderem, saírem a voar do casulo, e os do casulo ao lado ficarem tristes porque não se atrevem a abrir as asas.

Quem sai a voar está alegre porque sabe que quem ficou sem voar, um dia voará; quem ficou sem voar está triste porque não acredita que um dia voará. Essa é a diferença.


Mas quem ganhou asas para voar não pode fazer outra coisa senão voar.
Se era para ficar ali... para quê as asas?"


Canalização de Kryon, recebida por Vitorino de Sousa
Sobre a Abertura do Chacra Cardíaco

NOVOS CONTACTOS (a partir de 2012):
www.1000caminhos.com
93 533 4087
1000caminhos.blogspot.com

1 Partilhas